UMA CPI NUM FUTURO NÃO MUITO DISTANTE

Cpifuturo

— Muito bem, senhor prefeito. Leio aqui que o senhor fez uma licitação para compra de merenda escolar na sua cidade.
— Nego e repilo, nobre deputado. Isso é mentira.
— Mentira nada! Está aqui, ó. Tenho papéis que comprovam. O senhor fez uma licitação, de que só participaram empresas regularmente inscritas na Receita e na qual nenhum parente seu estava envolvido. Ainda por cima, quem ganhou foi a firma mais capacitada, que oferecia o melhor preço e o melhor serviço.
— Essa assinatura no edital não é minha. Acredite!
— É, sim! Testes feitos por técnicos já confirmaram. E, o que é pior, o senhor nem ao menos recebeu os dez por cento de comissão de praxe.
— Recebi! Recebi, em dólar, através do meu assessor! Eu mandei o dinheiro pra Suíça! Eu juro!
— Mentira! Tenho aqui seu extrato bancário, senhor prefeito. O único dinheiro que entrou na sua conta nos últimos meses foi o do seu salário, o qual, diga-se de passagem, está muito abaixo da média e jamais foi reajustado nos últimos quatro anos.
— Não, não! Eu recebi propina, nobre deputado, eu juro!
— Não minta, seu calhorda. O único dinheiro que o senhor recebeu foi fruto do seu trabalho como administrador, um trabalho repugnante, que respeitou os limites fiscais, executou integralmente o orçamento e ainda investiu os percentuais obrigatórios em saúde e educação.
— Construí um posto de saúde básico e uma escola bem pequena, deputado, nada de mais…
— Ah, então confessa? E ainda fez isso com recursos próprios, sem endividar o município junto aos órgãos internacionais! Que absurdo. O senhor me enoja. É por conta de gente assim que o país não vai pra frente. A verdade, prefeito, é esta: o senhor não passa de um honesto!
— Não! Não acreditem nisso, por favor! Eu atravesso sinal vermelho, eu digo palavrão, eu tiro meleca do nariz, eu até solto pum em ambientes fechados! Juro, eu juro!
— Chega! Não agüento mais ver esse sujeito íntegro e impoluto na minha frente. Guardas, levem-no!.
(sendo algemado e retirado do recinto) Não façam isso comigo! Eu sou ladrão, desvio dinheiro! Eu garanto! Por favor!
— Hum! Inacreditável, não? Que farsante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: