NO CONSULTÓRIO MÉDICO

Consultorio

MÉDICO: Então, em que posso ajudá-los?
MÉRCIA: É o Gregório, doutor. Ele só fala em decassílabos.
MÉDICO: Decassílabos?
GREGÓRIO: Mentira, doutor, eu não falo assim.
MÉRCIA: Viu, doutor? Decassílabo E o que é pior, além de decassílabos, ele fala em dísticos.
MÉDICO: Sei, dísticos. Rima consoante?
MÉRCIA: Sim. Consoante, na maioria das vezes.
GREGÓRIO: Não creia em argumento tão chinfrim.
MÉRCIA: Olha aí, “assim”, “chinfrim”. Eu não agüento mais, doutor.
MÉDICO: Desde quando isso vem acontecendo, seu Gregório?
MÉRCIA: Há um ano, mais ou menos, doutor. Desde que ele resolveu ler “Os Lusíadas”, nunca mais voltou a falar em prosa.
GREGÓRIO: Que seria o normal, doutor, me diga? A fala diária não nos fatiga?
MÉRCIA: E ainda mais essa. Os versos do Gregório são cheios de questionamentos existenciais, doutor.
MÉDICO: Olha, ainda é cedo pra dizer, vou ter que pedir alguns exames de métrica fisiológica e semântica orgânica, mas tudo indica que o seu marido está sofrendo de SAP.
MÉRCIA: SAP? Mas se ele nem assiste televisão!
MÉDICO: Não, SAP: Síndrome de Alexander Pope. Não quero enganar a senhora: é uma doença rara.
MÉRCIA: E tem cura, doutor?
MÉDICO: Há uma chance. Segundo a literatura médica, a maioria dos pacientes, após algumas semanas de tratamento, ao entrar em contato com a poesia concretista ou alguma outra corrente poética do século vinte desaprende a fazer versos. Vou indicar a bibliografia completa dos irmãos Campos, Décio Pignatari, Arnaldo Antunes, letras de MPB, sobretudo poemas contemporâneos.
MÉRCIA: Só isso?
MÉDICO: Não. Pop music também ajuda. Faça-o escutar alguma cantora americana de seios grandes e Jorge Vercilo, por exemplo.
MÉRCIA: E o senhor acha que assim ele vai voltar ao normal, doutor?
MÉDICO: Vamos torcer. A doença pode ser hereditária. O senhor tem algum repentista na família, seu Gregório?
GREGÓRIO: Família pra mim é a nossa, humana. Não aquela que o sangue só irmana.
MÉRCIA: Tá vendo? Vive assim, rebelde, não concorda com nada que a gente diz! (baixando o tom de voz) O avô dele era poeta. E parnasiano ainda por cima! Na família dele o pessoal gosta de…
MÉDICO: Como? Não ouvi.
MÉRCIA: (sussurando) Gosta de arte, doutor. Arte erudita, entende? Pintura figurativa, música clássica, poesia épica, essas coisas. É triste, doutor, como é triste! Ele tem até um tio que escreveu um… (suspira) um romance realista, de enredo linear, prosa tradicional, doutor.
MÉDICO: Se acalme, dona Mércia, por favor. Tá aqui um lenço, tenha fé. A senhora siga as indicações da receita e volte dentro de um mês. Vamos torcer para que tudo dê certo.
MÉRCIA: Obrigada, doutor, obrigada.

(Um mês depois…)

MÉDICO: E então, seu Gregório, o senhor parece bem-disposto. Está se sentindo melhor?
GREGÓRIO: Tenho me sentido bem.
MÉDICO: Que bom!
GREGÓRIO: Tudo graças ao doutor.
MÉDICO: Que é isso! Fico feliz que a medicação tenha surtido efeito. Mas a senhora não parece muito contente, dona Mércia.
MÉRCIA: O Gregório piorou, doutor.
MÉDICO: Piorou? Como assim? Ele não tá mais falando em decassílabos nem dísticos! Que me lembre, suas duas últimas frases foram: “Tenho me sentido bem” e “Tudo graças ao senhor”.
MÉRCIA: É que há uma semana ele só fala em redondilha…
GREGÓRIO: Não é preciso ir mais além. Eis que a doença terminou. Falo bem melhor agora. Deus proteja esta senhora. Que pra cá me rebocou.

180 Comentários

  1. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  2. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  3. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  4. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  5. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  6. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  7. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  8. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  9. Anônimo · ·

    <![CDATA[Muito bom !!!! Espero que essa doença não seja contagiosa….heheheabs]]>

  10. Anônimo · ·
  11. Anônimo · ·
  12. Anônimo · ·
  13. Anônimo · ·
  14. Anônimo · ·
  15. Anônimo · ·
  16. Anônimo · ·
  17. Anônimo · ·
  18. Anônimo · ·
  19. Anônimo · ·
  20. Anônimo · ·
  21. Anônimo · ·
  22. Anônimo · ·
  23. Anônimo · ·
  24. Anônimo · ·
  25. Anônimo · ·
  26. Anônimo · ·
  27. Anônimo · ·
  28. Anônimo · ·
  29. Anônimo · ·
  30. Anônimo · ·
  31. Anônimo · ·
  32. Anônimo · ·
  33. Anônimo · ·
  34. Anônimo · ·
  35. Anônimo · ·
  36. Anônimo · ·
  37. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  38. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  39. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  40. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  41. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  42. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  43. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  44. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  45. Anônimo · ·

    <![CDATA[hahahaha. Pensei que ia sair um épico da fala do Gregório, mas ele mudou para as redondilhas. Isso indica o quê? Beijos,A.]]>

  46. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  47. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  48. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  49. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  50. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  51. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  52. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  53. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  54. Anônimo · ·

    <![CDATA[Olá Marconi,concordo com a Yvone, sobre a sua cultura, também não entendo umas coisas não, e a Anita já tinha sugerido um glossário, concordo, e as redondilhas, indicam o que mesmo?Tô aqui rachando de tanto rir!!Abração]]>

  55. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  56. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  57. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  58. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  59. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  60. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  61. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  62. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  63. Anônimo · ·

    <![CDATA[Alexander Pope, aquele poeta inglês que disse que o público é um idiota? Hummm…Se exibindo de novo, hein Marconi?]]>

  64. Anônimo · ·
  65. Anônimo · ·
  66. Anônimo · ·
  67. Anônimo · ·
  68. Anônimo · ·
  69. Anônimo · ·
  70. Anônimo · ·
  71. Anônimo · ·
  72. Anônimo · ·
  73. Anônimo · ·
  74. Anônimo · ·
  75. Anônimo · ·
  76. Anônimo · ·
  77. Anônimo · ·
  78. Anônimo · ·
  79. Anônimo · ·
  80. Anônimo · ·
  81. Anônimo · ·
  82. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  83. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  84. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  85. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  86. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  87. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  88. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  89. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  90. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei a parte que fala dos concretistas, sempre morro de rir, mas convenhamos que parnasianismo ninguem merece.tah engraçado]]>

  91. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  92. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  93. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  94. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  95. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  96. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  97. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  98. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  99. Anônimo · ·

    <![CDATA[Mui TobomMuito BomM ui Tobom uiTobomMui Tobom Uito bomMuitobo m !]]>

  100. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  101. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  102. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  103. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  104. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  105. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  106. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  107. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  108. Anônimo · ·

    <![CDATA[jÓIAJÓIAJOIAIAAIAIAJOIACurtiu, Seu Moço? Bem mas o que eu queria dizer é que seu texto é JÓIA!Ó, aparece domingo lá no refúgio. Tem…SURPRESA, SURPRESA!Beijos.]]>

  109. Anônimo · ·
  110. Anônimo · ·
  111. Anônimo · ·
  112. Anônimo · ·
  113. Anônimo · ·
  114. Anônimo · ·
  115. Anônimo · ·
  116. Anônimo · ·
  117. Anônimo · ·
  118. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  119. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  120. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  121. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  122. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  123. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  124. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  125. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  126. Anônimo · ·

    <![CDATA[adorei!do jeito que a fama dos blogs anda alcançando todos os lugares hoje em dia, não é de supreender que esse texto apareça em alguma prova de vestibular…rs. Já pensou, Sr. Marconi Leal como o novo carrasco dos estudantes que só lêem resumos?]]>

  127. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  128. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  129. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  130. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  131. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  132. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  133. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  134. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  135. <![CDATA[Oi, guri!Quanta saudades estava de ti.Estou fazendo o que te prometi.Se eu voltasse tu seriasum dos primeiros a saberque mesmo sem ter o domnão desisti de escrever.Então quando quiseresvisitar esta guria,não te acanhes, é bem fácilo rumo da moradia.Basta digitar o endereço abaixoe chegar lá no ranchitoque é pobre, pequenito,mas sempre tem para o amigão um abraço forte e bom chimarrão.****Tu continuas fantástico! Abreijohttp://neurotikapontocom.blogspot.com/]]>

  136. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  137. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  138. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  139. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  140. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  141. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  142. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  143. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  144. <![CDATA[Fan-fantástico! Ai que legal! Tri-legal, na verdade! Só dá vontade de elogiar.Vou me lembrar de te encaminhar um texto que escrevi há alguns anos, entitulado “Uma Aldeia Chamada Linguagem”. Acho que vais gostar.Rafael Reinehr]]>

  145. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  146. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  147. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  148. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  149. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  150. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  151. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  152. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

  153. <![CDATA[Essa foi de mais, ainda estou conhecendo o blog, mas, não pude deixar de comentar.E aproveitando pra quem não sabe, redondilha é uma quadra de versos de sete sílabas, na qual rima o primeiro com o quarto e o segundo com o terceiro, há também versos de cinco ou de sete sílabas, respectivamente redondilha menor e redondilha maior. Ps:. Hoje em dia a Redondilha maior também se pode chamar apenas de Redondilha.Tanks…]]>

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: