Arquivo mensal: dezembro 2007

FÉRIAS

Este blog não é professor, mas também ganha pouco e entra em recesso, de maneira que armarei a rede hoje e só voltarei a desarmá-la em janeiro, se o bom Pai assim desejar. Aliás, por falar n’Ele, caso ainda acreditem no Senhor, peçam ao Onipotente, em suas orações, para não usar tanto de sua caridade […]

O FRUSTRADO RETORNO DE JESUS À TERRA (FIM DA PRIMEIRA PARTE)

Diante daquela cena, Jesus, cujos recentes acontecimentos [Atendendo a pedidos de fãs do presidente, explicamos: “acontecimento”, em linguagem culta, também tem o sentido de “peripécia”, “façanha”, “aventura”] haviam deixado completamente confuso, se viu como se inteiramente dentro de um livro de Milton: no Paraíso, perdido. Estava certo de que através de algum processo taumatúrgico próprio […]

O FRUSTRADO RETORNO DE JESUS À TERRA (13)

— Alguém me ajude! Socorro! Por favor, alguém me ajude! — expunha silogisticamente sua posição Sócrates. Mas, experimentado em dialética desde os tempos de Ulisses, o mar o envolvia com líquidos argumentos por todos os lados e o fazia debater em vão. Ao final da peleja oratória, teria findado fatalmente por calar o filósofo. Isso, […]

CLÁSSICO MITOLÓGICO (2)

— Mino, independentemente do resultado do jogo de hoje, o fato é que você tem fãs espalhados por todas as ilhas, todo o mundo te teme. Tenho impressão de que o público se interessaria por ver seu lado mais humano… — Bom, Apô, meu lado mais humano tá aqui, ó: ali temos os pés, aqui […]

CLÁSSICO MITOLÓGICO (1)

— Muito bem, amigos helenos, eu sou Hesíodo e você está ligado na Rádio Atlas. (entra vinheta da rádio) “Rádio A-tla-tla-tlas. Levamos o mundo do esporte greco-romano até você. E levamos sobre os ombros”. (voltando a falar) Estamos aqui hoje em mais uma epopéia esportiva para transmitir direto de Creta aquele que é um clássico […]

NICOMAR LAEL

                                                                                                 Conheço o dr. Nicomar Lael há cerca de 33 anos. Tempo suficiente para que nossa amizade tivesse pregado a paz, sido perseguida pelos hereges e morrido na cruz. No entanto, infelizmente, não foi o que aconteceu. Assim, sou obrigado a suportar o sujeito até nossos dias, sem que conte ao menos com um mísero […]