CLÁSSICO METAFÍSICO: CÉU X INFERNO (Terceira Parte)

DANTE: Comeeeeeça a partida. Jesus toca a bola para Gabriel, Gabriel estica a redonda na ponta, faz um grande lançamento para… para quem? Para ninguém.

BELEROFONTE: Engano seu, Dante. O lançamento foi para o Espírito Santo, que deixou a bola passar.

DANTE: Bom, retoma o inferno com Belzebu, que toca para Pinochet. Pinochet logo dá mais à frente para Stálin, grande lance de Stálin que, num drible de raio X, passa por dentro do Espírito Santo.

NIETZSCHE: O Espírito Santo não tá bem hoje…

AGOSTINHO: (Aproxima-se lenta e tremulamente do microfone.) Bem. (Afasta-se lenta e tremulamente do microfone.)

DANTE: Continua Stálin pelo meio da cancha. Estica a bola para o artilheiro Hitler. Grande jogada. A defesa do céu foi pega desprevenida rezando uma ave-maria, avança Hitler, toca mais à frente para Átila, o Huno, sozinho na cabeça da área. Corre Átila. Ele e a bola. Vai fazer, vai fazer, vai… Não é possível! Orfeu, o que foi que só você viu?

ORFEU: (Cantando, alheio.) “Não se reprima, não se reprima, não se reprima…”

DANTE: Orfeu!

ORFEU: É isso mesmo, Dante, Átila pegou a bola com as mãos, temperou a pelota com sal e deu duas ou três dentadas. Falta para a equipe do Céu.

NIETZSCHE: Por um momento ele me fez lembrar do inesquecível meia-esquerda Tântalo. Do grande Pantagruel. Ou do povo brasileiro mesmo.

DANTE: Esaú pega a bola para bater a falta na defesa celeste. Jacó rouba a bola dele e diz que é ele quem vai bater. Esaú lhe dá um tapa. Jacó revida. O jogo é interrompido. A juíza vai expulsar os dois, hein, Orfeu?

ORFEU: (Cantando, alheio.) “Voar, voar, subir, subir… E ir por onde for…”

DANTE: Orfeu!

ORFEU: Ia expulsar, Dante. Os três, aliás, porque Abraão já vinha com um cajado para descer o sarrafo nos dois. Mas Jesus estabeleceu uma nova aliança entre eles e tudo se resolveu. Bola em jogo.

DANTE: Aliás, Orfeu, quem é essa bela juíza do jogo de hoje. Esquecemos de anunciar.

ORFEU: É realmente uma deusa, Dante. Trata-se de Minerva. Uma juíza polêmica. Alguns a acusam de ser cega.

DANTE: E nas bandeiras, quem temos?

ORFEU: De um lado, a alegoria da República da França. Do outro, são as estátuas do famoso monumento aos soldados americanos em Iwo Jima.

DANTE: Olha lá o ataque fulminante do Céu. A bola chega a João Batista, João lança rapidamente ao primo Jesus, que toca para Gabriel. Gabriel dribla um, dois, cruza para São Francisco, sozinho na pequena área. Vai fazer de cabeça, olha o gol… A bola paaaassa direto! Belerofonte, a bola passou por São Francisco, que nem ao menos se mexeu. Que foi que houve?

BELEROFONTE: No momento do cruzamento, ele tava conversando com a trave, Dante. Segundo pude ouvir, algo sobre a impermanência da carne e a transitoriedade dos objetos inanimados.

NIETZSCHE: É incrível. A continuar fazendo esse tipo de coisa, São Francisco vai acabar virando um jogador estigmatizado… ha, ha, ha! (CONTINUA)

PS: Senhores e senhoras, ter eu passado tanto tempo ausente se deve a dois fatos de fundamental importância para a vida do cosmo  além do óbvio, claro, que era não aguentar mais a presença de vocês por aqui —, sobre os quais falarei assim que conseguir terminar este infindável clássico. Aguardem.

um comentário

  1. Inaiara · ·

    INAIARA: (Aproxima o mouse lenta e tremulamente da caixa de comentários.) Ótimo! (Afasta-se lenta e tremulamente da caixa.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: